domingo, 1 de maio de 2011

ETERNO

Duy Huynh

.

Corrias pelo campo por entre searas inocentes, carregando nos bolsos as histórias tricotadas por asas de sonho. Só repousavas nos braços da pequena montanha, que avistavas da janela do teu quarto. Acreditavas que o céu lhe beijava o rosto sempre que o sol e a lua poisavam a mão no seu regaço. Convicta dessa ilusão, escancaravas os olhos e imaginavas poder abraçar o céu e semeá-lo num pedaço do teu jardim onde as flores teriam o simples brilho das estrelas. Sonhavas poder beber esse azul e navegar pelo céu povoado de ilhas brancas e árvores com asas. O infinito não cabia nos teus olhos, mas ias guardando e cultivando pequenos fragmentos dessa morada... Agora que os teus bolsos se tornaram demasiado pequenos, e as searas ganharam outra cor, já não precisas de correr. Pois as histórias tricotadas por asas de sonho foram crescendo e (sobre)vivem na única morada onde cabe todo esse infinito, o teu eterno coração de mãe...

.
.

.

68 comentários:

  1. Desejo-lhe um ótimo domingo
    Parabéns pela postagem
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Coração de mãe onde tudo cabe sem limites nem tristezas. Adorei!
    Um bom Domingo!

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, amiga.
    Pensamento para mais um dia.

    Está no ar uma nova manhã,
    Um novo dia.

    Deus te abençoa com Suas dádivas sem medida, com o bem mais duradouro,
    pois considera sua vida o mais precioso tesouro.

    Para você,
    Desejo todas as cores desta vida.
    Todas as alegrias que puder sorrir.
    Todas as músicas que puder te emocionar.

    Abraços
    Miguel- blog Yehi Or

    ResponderEliminar
  4. Muito lindo seu texto, e coração de mãe não tem igual, beijos. Saudades

    ResponderEliminar
  5. Bonito post evocativo do Dia da Mãe.
    Haverá lugar mais mágico que coração de mãe, que encerra todo o amor do mundo?
    Abrs
    J

    ResponderEliminar
  6. que lindo!!
    emocionou-me teu texto..

    bjs.Sol

    ResponderEliminar
  7. Que essa eternidade nos abrace em paz...grande beijo de boa semana.

    ResponderEliminar
  8. JB
    Emocionante. Coração de mãe não tem limites,é um lugar mágico e único. Amei.
    Beijinho minha querida

    ResponderEliminar
  9. Olá, JB

    Este texto é lindo e repleto de poesia. A nossa mãe merece tudo e nessas palavras se adivinha todo um mundo de amor filial.

    Obrigada pela visita. :)Voltarei e passarei a segui-la.

    Beijos
    Olinda

    ResponderEliminar
  10. Belissima homenagem!!

    Tema Eva Cassidy cantora de minha eleição!

    Um beijinho
    da
    Assiria

    ResponderEliminar
  11. Minha querida

    No coração de mãe cabe toda a ternura do mundo, mesmo depois de partirem...ficou em nós até ao fim do tempo.
    Uma linda homenagem.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  12. Nossa JB... lindo, suave, leve e acolhedor como um coração de mãe são os teus escritos...

    Lindo! Tenho muita alegria em te ler!

    Beijos querida!

    ResponderEliminar
  13. Ai na sua Terra é dia das mães hj né...
    Parabens a todas! Que Deus abençoe mais e mais... saja sempre benvinda no meu espaço viu!!! bj. Gostei de tudo que vi por aqui...

    ResponderEliminar
  14. Enfim, todo um sonho um dia inspirado, hoje se guarda em eterna morada, onde jamais as quimeras se dão por acabadas...

    Meu carinho por este dia abençoado...

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  15. Que coisa mais linda JB!.. Tudo referente a esse ser encantador e tão fundamental em nossa vida - Mãe - sempre as palavras são insuficientes!.. E essa música "Fields of Gold" é maravilhosa!

    Beijocas em seu coração e parabéns por este seu cantinho lindo!

    Verinha

    ResponderEliminar
  16. não deve haver nada mais belo para dizer a uma mãe do que o que eu acabei de ler aqui.
    e que bom ter um infinito coração de mãe, porto de abrigo onde se recolher, para conseguir sobreviver.

    que tela maravilhosa, que palavras poderosas e que video tão perfeito para o momento.
    e eu tinha saudades destes teus momentos.

    gostei muito JB :)))
    beijos.

    ResponderEliminar
  17. jb, querida amiga,
    andamos, tu e eu, pela escrita, a deambular em torno de eternidades que geralmente se grafam no singular mas que cada vez mais concebo como espaços plurais. apercebi-me dessa singularidade quando a idealização conceptual se fechou num círculo que me detinha em seu interior. nas pequenas brechas por onde o ar respirava, pequenas, débeis, frágeis e breves eternidades rompiam em alvoradas de ser. e tudo voltou a fazer sentido.
    beijinho em tons de azul-céu e encarnado-águia-real!
    p.s. há coisas que ainda não perdemos e enquanto não as perdermos continuarei a acreditar :)

    ResponderEliminar
  18. Lindíssimo, inspirador e de retumbante beleza interior.
    Adorei!!
    Gosto muito desta música (também!).
    Bjs, boa semana.

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  20. JB, è sempre maravilhoso estar fazendo o chá, sempre um blog fantástico. Obrigado pela visita Bjs Morris

    ResponderEliminar
  21. JB,
    Linda homenagem esta que aqui fazes. No coração de uma Mãe tudo cabe!
    E, esta música, gosto muito.

    Beijo

    ResponderEliminar
  22. E enquanto se viaja nas asas do sonho, encontra-se no regresso quem nunca nos esquece e quem nos abraça com todo o calor que há no Mundo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  23. JB,
    Belíssima homenagem à mãe através de um texto magnífico.
    Beijinhos
    Caldeira

    ResponderEliminar
  24. É tão lindo e sentido que até dói.

    Beijinho e um grande abraço.

    ResponderEliminar
  25. Fiquei aqui...lendo,relendo,visualizando,ouvindo...é tudo tão mágico...que me esqueci dos ponteiros...por momentos penetrei na tua eternidade...e por incrível que te possa parecer...imaginei a tua mãe de mão dada contigo,ambas numa cumplicidade de risos pelos campos fora...pelo campos de ouro...num outro tempo...o da inocência,o da ternura...Depois vi duas mulheres... lado a lado, deslumbradas com as searas de cevada...que plantaram ao longo da vida...Hoje pairam sorrisos dourados e eternos por esses campos semeados ...num acordo de paz e amor entre mãe e filha!!!

    Tudo muito inspirador!!!

    Especialmente para ti e para a tua mãe(onde quer que ela se encontre) Beijinho eterno

    ResponderEliminar
  26. Uma belissima segunda feira pra ti querida amiga e uma maravilhosa semana de realizações...beijos e beijos na alma.

    ResponderEliminar
  27. Muito lindo....

    Tenha uma semana abençoada....bjim

    ResponderEliminar
  28. Bom dia!

    Linda homenagem! Coração de mãe é infinito...cabem todos os sonhos dos filhos...
    Belo texto!
    Beijos pra ti!
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  29. Estas palaras, estes sonhos, são tricotados com o coração, enchem os olhos e lavam a alma de quem os lê.
    Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  30. Comovente este belissimo texto de um amor que se adivinha cheio de cumplicidade.

    Beijinhos

    Vieira MCM

    ResponderEliminar
  31. Tu deixas-me simplesmente... elevas o meu ego ao céu...confesso que fiquei com uma pontinha de vaidade...porque não vai além disto...apenas uma pontinha...e o mais incrível é que andamos a ler tão profundamente uma à outra ...!!!Beijo enorme e também a minha gratidão por estares desse lado e tão perto...

    ResponderEliminar
  32. Olá amiga! Belo texto, linda homenagem. Adorei! Com ênfase para o trecho abaixo:

    Convicta dessa ilusão, escancaravas os olhos e imaginavas poder abraçar o céu e semeá-lo num pedaço do teu jardim onde as flores teriam o simples brilho das estrelas.

    Beijos e ótima semana pra ti.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  33. Lindíssimo texto! Nenhum lugar se compara ao coração de uma mãe.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  34. Olá! Estava navegando na blogosfera e me deparei com teu blog, adorei!
    Amo fazer novas amizades, conhecer pessoas, trocar idéias, novas perspectivas, algum sentido pra tudo isso aqui.
    Teu cantinho é belo, cativante ... já estou te seguindo...
    Se puder visita meu blog, e conheça um pouquinho desse ser complexo kkkkkk..
    Abraços apertados!

    *´¨)
    ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•` *♥ Jussara Christina ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

    ResponderEliminar
  35. MÃE ....SÓ ELA TEM UM CORAÇÃO PARA AMAR COMO NINGUÉM ,
    CONTINUO ADMIRAR TUA POESIA
    BEIJINHO DE ANITA DE CASTRO

    ResponderEliminar
  36. Num coração de mãe cabe um universo!

    O teu texto tem o talento a que já nos habituaste!...


    Beijos,
    AL

    ResponderEliminar
  37. Coração de mãe não tem tamanho. Lindo seu texto. Parabéns!
    Estava fazendo uma pesquisa no google imagens e apareceu seu endereço,resolvi entrar pra conhecer. Gostei muito dos texto que li. Voltarei pra te ler mais. Um abraço!

    ResponderEliminar
  38. Um grande beijo de bom dia pra ti amiga querida.

    ResponderEliminar
  39. O ilimitado sentimento que nos une ao nosso cordão umbilical. O amor infinito, eterno. Um encanto. Beijinho de carinho ;)

    ResponderEliminar
  40. Que texto maravilhoso!

    Encantada.

    Beeijo

    ResponderEliminar
  41. Hi JB
    My day-to-day life is not very exciting as the activities that form a particular part of it are routinely and boring because they are always done in the same way. But when I get home I like to relax and there is nothing like net and friends. Assim aqui estamos e a dizer:
    Pois é, JB, muito enternecedora esta homenagem à mãe montada num extraordinário conjunto que nos arrebata e prende tempos infinitos a magicar nas palavras certas a deixar manifestando o quanto nos agradou, o quanto nos tocou e fez lembrar a nossa mãe que no meu caso teve que partir ainda jovem.
    "You'll remember me when the west wind moves among the fields of barley"
    Yes, I remember her
    and I deeply regret that she can not
    "see the children run as the sun goes down"
    Muito agradeço JB este momento bom, embora de saudade, que este texto me proporcionou.
    " You can tell the sun
    in his jealous sky..."
    that you are a skilled, successful, commnicator.
    A kiss

    Chris Morris

    ResponderEliminar
  42. Um texto dourado para falar de algo tão precioso!
    Um beijinho JB e o agradecimento de sempre :)

    ResponderEliminar
  43. JB...o teu comentário...JB...andas a habituar-me mal...:)e depois se um dia te esqueceres de mim...como é que vai ser?:)))
    Livra-te de economizares palavras...iria sentir a tua falta... a sério!

    Fazes-me sentir imensa!!! tal como eu te sinto imensa!!!E tu sabes que simmmmm:)

    Beijo-te :)))

    ResponderEliminar
  44. Mais um beijinho em tons azuis e púrpura...:)))

    ResponderEliminar
  45. JB, descrever Mãe é uma tarefa deliciosa, felizes aqueles que a tiveram, a tem a seu lado. Beijinhos para você e que tenha um dia adorável, repleto de doces surpresas!!!

    ResponderEliminar
  46. Querida JB...

    Vim banhar-me de azul para adquirir-em seus textos- leveza e ternura , mas fui além...

    Hoje é dia das mães por aqui e esse texto merece ser conhecido, por isso ele vai estar no meu blog a partir de agora.Será que você não vai ficar brava?

    beijinho e bom domingo.

    ResponderEliminar
  47. Um feliz dia das mães pra voce minha querida amiga,,,muito amor,,,paz e carinho e muitas bençãos de Deus em sua vida,,,beijos e beijos de boa semana..

    ResponderEliminar
  48. Sonho com sabor de sorrisos e lágrimas Sempre estão em corações maternos. Sonhos são o que nos tornam vivas. Quando a realidade se torna insuportável refugiamos no país dos sonhos. OBRIGADA PELA VISITA. È MUITO LINDO SEU ESPAÇO.
    Bjus

    ResponderEliminar
  49. OLÁ JB,
    BELO TEXTO, LINDO VÍDEO, MÚSICA RECONFORTANTE...
    AMEI SEU BLOG E JÁ ESTOU SEGUINDO VOCÊ.
    OBRIGADA PELA VISITA, POR TORNAR-SE MINHA SEGUIDORA E PELAS DOCES PALAVRAS.
    ABRAÇO.

    ResponderEliminar
  50. JB,
    Parabéns por + este texto cheio de sentido e sentidos.
    Gostei muito. li-o 1º no blog da Gizelda. e é engraçado, como lê-lo em contextos diferentes, o que nos desperta é também diferente.
    beijo no <3

    ResponderEliminar
  51. Coisa mais linda!
    Vi vários textos escritos diretamente às mães, mas gostei mais do seu. Lindo.

    ResponderEliminar
  52. Querida amiga, meu blog Devaneios está completando um aninho de vida, e gostaria de convidá-la para comemorar. Tem um selinho lá para você. Tenha uma linda semana. Beijocas

    ResponderEliminar
  53. E o vento quente trouxe-me aqui...ele contou-me...em jeito de segredo que andas muito encantada com a minha "arte" ...o que ele ainda não sabe é que eu também ando encantada com a tua arte...Mas isto fica apenas entre nós...ele não precisa saber......sabes como é o vento...muito tagarela...nunca se cala...por isso ...psiu...Agora bem baixinho ...Adorei saber de tudo!!!:))) Vim depressa a pensar que já terias novidades...mas eu sei aguardar...:)))
    Um beijo enorme pela tua consideração!!! palavras lindas que não mereço...demasiadamente lindas ...não as posso vestir...apenas ficar com a tal pontinha de vaidade !!!Outro beijo nesse teu azul...

    ResponderEliminar
  54. Um dos melhores textos (se não o melhor) que li alusivo ao tema.
    Parabéns pelo talento que ele revela.
    Beijinhos, querida amiga JB.

    ResponderEliminar
  55. Vim deixar mais um beijo e agradecimentos com desejo de uma ótima semana.Coração de mães é a morada especial dos filhos. Um Abraço!

    ResponderEliminar
  56. Olá JB!
    passando para deixar um beijo em seu coração e avisar que tem um presentinho lá no meu cantinho para você [:)]

    Verinha

    ResponderEliminar
  57. Vim matar saudades...

    O rio corre sempre
    Luta sempre
    não baixa os braços

    Um beijo

    RIO


    Olho a paisagem...
    Vejo o rio...
    O monte...
    E vales...
    Como és belo...
    Como és grande...

    É bom ver-te...
    Rio límpido...
    De águas puras...
    De águas cristalinas...
    A cair pelos montes...
    E pelos vales...

    Cair lentamente...
    E ver como se corre...
    Como se beija...
    E como se dorme...

    E tu Rio...
    Lentamente...
    Desces os montes...
    Os vales...
    E beijas...
    E acaricias...
    E corres...
    Sem nunca parar!...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  58. Oi JB!

    Que palavras mais belas e singelas! Nada como a ternura e imensidão do coração de mãe! Muito bonito, parabéns!

    Beijo,

    Thiago

    ResponderEliminar
  59. Sempre belos e emocionantes seus textos.Parabéns.

    ResponderEliminar
  60. Muito lindo seu texto. Feliz fim de semana.

    ResponderEliminar
  61. Voltei para reler o teu poema, é mesmo ...
    Bjs.

    ResponderEliminar
  62. Olá

    Uns acordes de Betthoven e dir-se-ia uma reprise da Pastoral.

    Magnífico texto.

    Bjs

    ResponderEliminar
  63. o coração de mãe é-o desde o primeiro momento da concepção e para todo o sempre
    bjs

    ResponderEliminar
  64. Uma coração de mãe alberga todas as corridas.

    Bjos

    ResponderEliminar
  65. Tudo é eterno enquanto dura...
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  66. Olá JB
    Volto a casa, volto à Net e naturalmente volto aqui.
    Não encontrei nova publicação mas encontrei mais uns tantos comentários que mostram que mais gente sabe onde existe a qualidade que merece o nosso tempo e aparece deixando rasto da sua passagem.
    Um grande abraço e um óptimo fim-de-semana.

    Chris Morris

    ResponderEliminar

  67. Bom dia!
    Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus.
    Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.
    Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão. (Lucas 11:35-37)

    Que sua semana seja abençoada e de muita paz!

    Deus seja contigo.

    Blog Yehi Or!
    www.hajalluz.blogspost.com

    ResponderEliminar